Educação: CEET Vasco Coutinho promove Jornada Política Pedagógica

O Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho, em Vila Velha, está promovendo, nesta semana, a 1ª Jornada Política Pedagógica (JPP). O objetivo é promover uma reflexão acerca da práxis docente na busca de uma Educação Profissional mais humana. O evento começou nessa quinta (21) e continua nesta sexta-feira (22).

A JPP faz parte das ações estratégicas da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), que aplica a inovação e a economia criativa nos CEETs do Estado, como ferramentas para criar caminhos criativos e alternativos com o propósito de promover o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

Professores, pedagogos e coordenadores dos onze cursos técnicos no CEET Vasco Coutinho assistiram à palestra da pedagoga do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Maria da Penha Tresena. O tema “Saberes Docentes na Educação Profissional” propôs um debate entre os participantes com o intuito de criar um ambiente de conhecimentos e troca de experiências.

Já nesta sexta (22), o Mestre em Educação Inclusiva com ênfase na Educação Profissional da Secretaria de Educação (SEDU), Luiz Anhaia Vasconcelos, ministrou a palestra com o tema “Adequação Curricular da Educação Profissional”. As atividades começaram às 7 horas e seguem até às 22 horas.

A diretora do CEET Vasco Coutinho, Solange Maria Batista, destacou a importância da JPP. Para ela, a crise é uma oportunidade de crescimento e elaboração de estratégias para retomar o desenvolvimento do país. “A Educação Profissional propõe alternativas para driblar as dificuldades. Os CEETs disseminam uma proposta de economia criativa como opção para nossos alunos”, afirma.

A secretária interina da Secti, Camila Dalla Brandão, reforça a estratégia de ação da Secretaria de indicar novos caminhos criados pelas áreas de ciência, tecnologia, inovação e economia criativa. “Devemos levar em consideração as constantes mudanças mundiais. Vivemos em rede, conectados e dinâmicos. As nossas ações estratégicas vão ao encontro dessas tendências. É obrigação nossa, como agente público, de promover esse desenvolvimento por meio da nossa secretaria”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *